Buscar
  • Dr. Juliano Colonetti

Pólipos Nasais e Polipose Nasossinusal

Atualizado: 3 de mai. de 2020

Pólipos nasais são formações tumorais benignas de aspecto polipóide que ocorrem na mucosa de revestimento interno do nariz e seios da face. Os pólipos são geralmente translúcidos e de consistência gelatinosa.Podem ser encontrados de forma unilateral ou bilateral nas fossas nasais .Pólipos unilaterais podem abrigar lesões malignas ( câncer ) ou com potencial de malignidade.

Eles usualmente resultam de inflamação crônica e estão associados a asma , infecções crônicas (Sinusite crônica ) , alergias , sensibilidade a medicamentos e certos distúrbios imunológicos. Pequenos pólipos nasais podem não causar sintomas , entretanto pólipos maiores ou agrupados podem bloquear as passagens do nariz e seios da face causando problemas respiratórios , perda de olfato e infecções recorrentes .

Os pólipos nasais podem afetar qualquer pessoa , mas são mais comuns em adultos. O tratamento medicamentoso pode encolher ou eliminar os pólipos nasais , entretanto a cirurgia pode ser recomendada em casos selecionados. Mesmo após o tratamento bem sucedido , os pólipos nasais podem recidivar.


Sinais e Sintomas


Pólipos pequenos podem não causar sintomas. Pólipos grandes ou múltiplos podem bloquear as passagens do nariz e seios da face causando sintomas comuns de sinusite crônica como :

- nariz escorrendo

- obstrução nasal persistente

- gotejamento pós-nasal

- diminuição ou perda de olfato

- alteração no paladar

- dor facial ou dor de cabeça

- dor nos dentes superiores

- sensação de pressão na face ou região da testa

- sangramentos nasais

- roncos


Condições associadas aos pólipos nasais :


- Asma

- Hiperreatividade de vias aéreas

- Rinossinusite crônica

- Sensibilidade a aspirina

- DREA Doença respiratória exacerbada por antiinflamatórios

- Sinusite fúngica alérgica

- Fibrose cística

- Síndrome de Kartagener e Síndrome de Young : discinesia ciliar primária

- Síndrome de Churg-Strauss


Diagnóstico


O diagnótico pode ser feito através da anamnese e exame físico , entretanto uma investigação complementar com exames de imagem pode ser necessária para avaliar a extensão da doença e para planejamento cirúrgico


- Endoscopia nasal : exame realizado em consultório que possibilita o médico realizar uma avaliação detalhada do nariz e região de drenagem dos seios da face

- Exames de imagem : a tomografia computadorizada da face é fundamental para avaliar a extensão da inflamação e doença e para fins de planejamento cirúrgico . A tomografia computadorizada serve também para investigar alterações estruturais ( desvio de septo nasal , hipertrofia de cornetos e concha média bolhosa ) , crescimento de massas tumorais e cânceres das cavidades nasais.

- Testes alérgicos : são importantes para avaliar se causas alérgicas estão contribuindo com a inflamação crônica do nariz e seios da face. Exames de sangue podem ser solicitados para investigar a eosinofilia.

- Teste para diagnosticar a fibrose cística : o teste do suor pode ser indicado para confirmar o diagnóstico de fibrose cística

- Testes genéticos podem ser necessários para investigar outras patologias como discinesias ciliares primárias : Síndrome de Kartagener e Síndrome de Young.


Tratamento


O tratamento geralmente envolve medidas farmacológicas e cirurgia .A polipose nasossinusal é uma doença inflamatória crônica , portanto o tratamento é de longo prazo . O objetivo do tratamento é a remissão da doença e o controle dos sintomas através da eliminação ou diminuição do tamanho dos pólipos . Rinossinusite crônica ou recorrente pode estar associada a polipose nasossinusal e quando presente requer tratamento adequado.


Tratamento medicamentoso


Corticóide nasal : os corticóides nasais geralmente são prescritos para diminuir a inflamação local e diminuir o tamanho dos pólipos


Corticóides orais : são medicamentos que desempenham um papel fundamental

no controle e remissão da doença. Os corticóides podem ser usados com o objetivo de melhora do olfato e para prevenir as recidivas da doenças além de controlar os sintomas mais persistentes. O período de tratamento geralmente é curto e a retirada da medicação usualmente é feita de forma gradual para evitar efeitos colaterais indesejáveis.Os corticoides injetáveis raramente são prescritos.


Antibióticos : podem ser indicados nos pacientes portadores de sinusite crônica ou recorrente e nas crises de reagudização da doença. Os macrolídeos podem ser prescritos pelo efeito intrínseco antiinflamatório dessa classe de medicamentos.


Antialérgicos ou antihistamínicos : podem ser usados para tratar quadros associados de rinite alérgica e outras alergias.


Cirurgia


O tratamento cirúrgico geralmente é indicado quando o tratamento medicamentoso não foi suficiente para o controle ou desaparecimento dos sintomas. A cirurgia indicada é conhecida como cirurgia endoscópica do nariz e seios da face e tem como objetivo principal remover os pólipos nasais , restabelecer a ventilação e drenagem dos seios da face e ampliar as vias de drenagem das cavidades nasais para que o tratamento medicamentoso alcance o revestimento mucoso do nariz e do interior das cavidades nasais , proporcionando controle dos sintomas e prevenindo a recidiva da doença . A cirurgia endoscópica é o tratamento considerado padrão ouro para a polipose nasossinusal e é considerada uma cirurgia minimamente invasiva.



Tratamento promissor


Os imunobiológicos ou anticorpos monoclonais são os medicamentos em estudo

com resultados promissores no tratamento da polipose nasossinusal associada com rinossinusite crônica de difícil controle . Existem diversas linhas de pesquisas e estudos em andamento ( trials ) testando drogas que agem de forma específica sobre determinadas células inflamatórias , células imunológicas e proteínas envolvidas no processo inflamatório. O Dupilumab ( Dupixent ) é uma medicação imunomoduladora que recentemente foi aprovada pelo FDA ( 2019 ) para o tratamento da rinossinusite crônica associada com polipose nasal . O Dupilumab é recomendado para os casos refratários aos tratamentos clínicos e cirúrgico.



141 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Sinusite